Uma das vítimas, conforme a Polícia Civil, teve um prejuízo de R$ 75 mil.

Matrópoles

Cinco pessoas foram presas em uma operação da Polícia Civil contra estelionato, na manhã desta segunda-feira (4), em Curitiba e em cidades do interior do Paraná.

Uma mulher suspeita de envolvimento no crime está foragida.

Além das prisões, os policiais também cumpriram 13 mandados de busca e apreensão na capital, Sarandi e Maringá, na região norte.

De acordo com o relato de uma das vítimas, um dos criminosos teria se passado por auditor da Receita Federal e negociado uma pá carregadeira, como se o bem integrasse um lote à venda pelo órgão. A vítima teve um prejuízo de R$ 75 mil.

Um dos presos, conhecido como “Turco”, é suspeito de se passar pelo auditor. Conforme os policiais, Ele possui extensa ficha criminal e responde a diversos processos por estelionato. O homem suspeito de atrair e incentivar vítimas a caírem no golpe também está entre os presos.

Os outros detidos são a esposa de “Turco” e outros que se beneficiavam com a prática criminosa.

Conforme a Polícia Civil, todos os investigados têm histórico de crimes de estelionato.