Nesta sexta-feira, 14 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, uma data dedicada a agradecer aqueles que salvam vidas com o gesto da doação, conscientizar sobre a importância do ato e mobilizar a sociedade para aumentar o nível dos bancos de sangue.

As transfusões de sangue doado são utilizadas em situações como cirurgias complexas, tratamentos de câncer, cuidados obstétricos, acidentes graves e doenças crônicas.

Uma doação pode salvar até quatro vidas! Além de não trazer riscos ao doador, a doação demonstra compaixão, solidariedade e empatia com o outro ( e isso faz muito bem para o coração).

A Fundação Hemocentro de Brasília lançou a campanha “Junho Vermelho: Unidos pela Vida” e vai levar o tema para as ruas do DF. Nesta sexta, 14 de junho, a FHB a campanha “Mulheres no Poder Doando Sangue e Salvando Vidas 2024” realizará coletas no Palácio do Buriti. A ação é da vice-governadoria do Distrito Federal. O próximo ponto de coleta será o Palácio do Planalto, no dia 27 de junho.

Para ser um doador, é necessário atender a alguns requisitos básicos:

Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização dos responsáveis).
Pesar no mínimo 50 kg.
Estar em boas condições de saúde.
Não estar em jejum.
Evitar a ingestão de alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação.
Apresentar um documento oficial com foto no momento da doação.

Na Fundação Hemocentro de Brasília é necessário agendar a doação no site Agenda DF ou ligando para o telefone 160 (opção 2), porém é possível realizar encaixes dependendo da disponibilidade de vagas no dia.

Lorena Cardoso